Ok, você é organizado! Mas e quando dá tudo errado?

Boa noite pessoal,

Todos nós procuramos ser organizados em um certo nível. Normalmente aquele nível em que nos sentimos confortáveis. Aquele que instintivamente usamos deste sempre, desde o colégio quando deixávamos pra estudar no último dia, ou fazer os trabalhos no carro, ou no ônibus indo para o colégio.

Ou não, com diria o Caetano. Você tem uma programação razoável, e tem uma margem de segurança para entregar seus compromissos.

Mas e quando dá tudo errado?

Como você aje?

Muitos aumentam o ritmo até dar conta do imprevisto, trabalham mais e por mais tempo.

Eu não sou deste tipo! Tenho uma reação contrária a esta, eu entro em “modo de segurança”,  igual àquela tela do Windows quando alguma coisa dá muito errado! Só o essencial funciona.

Isso acontece poucas vezes, na verdade. Não só no trabalho, em tudo. Já aconteceu de estar viajando com o carro cheio, chovendo, no entardecer, e furar  um pneu. Depois de alguns momentos de fúria interna, relaxei. Fiquei sério, e fiz exatamente o que precisava fazer.

Tirei a camisa, pra poder botá-la seca de novo, tirei os tênis pelo mesmo motivo, dei instruções pra quem estava no carro comigo, sai na chuva peguei macaco e step, e fiz tudo com a maior calma do mundo. Molhado até os ossos, mas calmo. Calmo, não tranquilo!

OK, na minha história não tinha leões do lado de fora...

Quando isso aconteceu no trabalho, tive a mesma reação. Imagine que no período de maior movimento do mês, o seu computador simplesmente não funcione.

Identifiquei o problema mais importante, e me dediquei a ele resolvendo de alguma maneira. Não me importei com telefone, e outras distrações. Cara fechada, mas sem grosso, fui resolvendo os problemas como se só eles existissem  no mundo.

O problema é que este efeito tem um período longo de duração, e, no meu caso pode durar até o outro dia.

Achei muito interessante porque depois que identifiquei este meu mind set, vi isso escrito em um dos livros do Amyr Klink, quando ele dizia que a pior coisa que pode acontecer em um barco quando ele tem problemas, é o pânico dos seus ocupantes. O pânico te paralisa e te impede de agir pra corrigir os problemas. Isso pode afundar um barco.

Claro que quando maior o seu nível de organização, mais raros são estes momentos. E que ter  um planejamento ruim é melhor do que não ter nenhum.

Então esteja preparado.

E você? Já entrou em Modo de Segurança, ou quebrou tudo que estava em volta?

Me conte!

Não esqueça que temos o 1º Encontro de Usuários do Neotriad de Porto Alegre dia 09/03/2012.  Apareça por lá.

Abraço,

Gérson.