A exceção é um veneno!

Hoje conversando com o meu pai, o grande  Rubem Worobiej, ele estava falando sobre ritos e padrões, e ele disse uma coisa que me fez pensar;

“A exceção é um veneno!”

Custei um pouco pra entender o que isso queria dizer, e me dei conta que é verdade.

No trabalho lido todos os dias com processos rotineiros e procedimentos que fazem parte do trabalho diário. Um procedimento é  um roteiro de como fazer uma coisa. Para passar café você tem um procedimento que seguem determinados passos, que foram pensados para que o resultado seja o esperado; um bom café.

Para todos os procedimentos do trabalho, também. Você tem que seguir certos passos para ter o resultado esperado; uma tarefa concluída sem erros, nem atrasos, NEM ATALHOS!

Ai que me dei conta que a exceção é realmente um veneno! Porque quando você abre uma exceção para qualquer procedimento, você envenena aquela rotina, e ela vai se deteriorando e com o tempo e morre!  E esta bagunça faz a sua tarefa lenta, chata, cheia de incertezas, e com uma grande perda de tempo.

Esta exceção, é a maldita “Lei de Gérson”, daquele comercial infeliz onde o meu xará  🙁  diz que aquele cigarro é pra quem gosta de levar vantagem em tudo. (Pra quem não sabe do que estou falando procure no You Tube) Essa mania de dar um jeitinho pra tudo, e de sempre achar que fazer uma coisa por um atalho é um grande esperteza!

Por isso devemos examinar nossos processos pra ver se todas as etapas são realmente necessárias. Se não estamos burocratizando demais com rotinas inúteis. Se você acha que um procedimento esta errado, mostre porque. Apresente a sua solução e demonstre qual a sua ideia, e porque ela é importante e o quanto vai melhorar a eficiência da tarefa.

Não tente mudar um processo só pra mostrar trabalho, e pra fazer bonito. Não reinvente a roda.

Lembre-se disso a próxima vez que fizer uma exceção a um procedimento existente.

Abraço,

Gérson.

 

3 pensamentos em “A exceção é um veneno!”

  1. Parabéns pelo desenvolvimento do assunto, nao sei quando nasceu a excessão mas com certeza nao foi uma boa idéia. Em nosso lar, trabalho,convivio com amigos e ainda se imaginarmos o que paises fazem contra outros paises, são atitudes que lentamente vao contaminando outros povos, a cultura, o respeito as leis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *